mar 22, 2011

Escritora | Categoria Teatro | 1 comentario

A Netinha que mais parece lobo mau

Eu sou o Lobo Mau…Lobo Mau…Lobo Mau
Eu pego Vovozinho pra fazer gagau!

‘Tira essa vigarista daí à vassourada!Ela é pior do que a bandida da mãe dela. Ela fará o maior estrago a nossa família’ – dizia meu irmão, se ele não estivesse morto e enterrado, à sete palmo de terra.
Dia-a-dia, o Vovô viajando na maionese. Somente se deliciando nas carícias daquele pitezinho. Também pudera, coitado! Está com oitenta e cinco anos e desde os cinqüenta que nossa mãe o rejeita. Ela cansou de sexo, teve quinze filhos; creio que isso explica tudo.

‘Ah, o Vovozinho já caiu no papo! Ra…Ra…Ra…!’ – a maledita.

O pior que tudo estava como ela queria mesmo; a seu bel-prazer!O Vovô estava parido pela Netinha; arreado os quatro pneus.Já passara o nome da desgraça numa procuração dando todo poder pela metade de sua fortuna. Ela não queria mais nada. Tava com a corda toda.

Eu sou o Lobo Mau…Lobo Mau… Lobo Mau
Eu pego Vovozinho pra meter o pau!

À tardinha, quando o Vovozinho entra em seu quarto, fica todo ouriçado ao perceber que havia alguém entre os lençóis na sua cama. Aproxima-se.
De repente:

‘Minha Netinha, que olhos tão grandes!’
‘São pra te enxergar, Vovô querido!’
‘E que orelhas tão grandes são essas, minha Netinha?’
‘São pra escutá-lo melhor, Vovozinho do meu coração.’
‘E que boca tão grande é essa?’
‘É pra te comer!’

A história poderia terminar diferente? É óbvio que sim!
Se alguém não gostou desse desfecho, conte outro diferente. Faça-me o favor, sem cerimônia nenhuma, dê um final mais original.
Olha, qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.

" alt="468 ad" class="foursixeight" />
  1. Wanderson says:

    Horrível, de péssimo gosto!! Nuncamais entro nesse site depois dessa história que incita o incesto

Deixe seu comentário