out 20, 2014

Escritora | Categoria Poesias | seja o primeiro

As Balzaquianas

As Balzaquianas
balzaquianas1
Mulherzinhas mal-amadas…!
Até bonitas, mas sabem…
Por que tão infelizes, essas condenadas?!
Já sei, estão balzaquianas, as pobes!
Elas são até, bastante, afeiçoadas!
Umas louras que dão pro gasto…!
Apenas tão precisando de Deus, as coitadas!
Só sendo…! Apois, assim serão contempladas por Jesus Cristo!
Do contrário, vão ficar chupando dedo, e desesperadas!
A mulher, depois dos trinta, já é coroa
E homem só gosta de minininhas! Serão trocadas por uma de 20; na boa!
Nada que não tenha conserto!
O meu conselho é: trocá-los por 2 de vinte!
Os nojentos voltarão, nas últimas, trôpegos e doentes.
" alt="468 ad" class="foursixeight" />

Deixe seu comentário