fev 22, 2012

Escritora | Categoria Carta aberta, ORAÇÃO | seja o primeiro

O Haiti é logo aí no Renascer

O Haiti é logo aí no Renascer

Famílias marginalizadas

Crianças sem a mínima esperança

Entregues à própria sorte

Despreparadas, sem educação

Saúde e moradia

Literalmente, abandonadas.

 

A Fome ronca nos seus ventres

O Crack tá pegando

Muitos jovens se desmaterializando

Virando pó, ou se apenando

Vendo o sol quadrado

Doideira! E bandidos gente matando!

 

É um ranger de dentes!

A Droga correndo solta; depredando os lares

Meninos, meninas; moleques em tenra idade

Pensam que isso é futuro

Porém, é um beco sem saída

É morte certa!

 

A Polícia na cola deles

Os homens não podem desgrudar

A matança virou moda

A vida a troco de banana

O jovem está como o diabo quer

A moçada toda dominada.

 

Guerra dos donos de boca

Não há razão de ser

A sociedade toda anestesiada

Vão fazer o quê?

Fome de tudo

Mas, não sabem de quê.

 

Tudo gira ao encalço

A vida é uma merda!

Traficantes estão no controle

Sentem-se os donos do pedaço

O Barato sai muito caro

Não há feijão no barraco.

 

O bicho pegou

O que tem mais é bandidagem

“Vem a nós as sacolinhas

Esquenta logo o nosso papo

A verdinha, sabe?

É somente aperitivo.”

 

 

" alt="468 ad" class="foursixeight" />

Deixe seu comentário