dez 30, 2011

Escritora | Categoria Poesias | seja o primeiro

O Mar

O Mar

 

Tuas águas são salgadas

Tuas ondas sexuadas

Teu cheiro peculiar.

 

Diz-me muito o teu murmurar

Tua energia?

Acalma-me e faz conjecturar.

 

Se bravio, toda cautela é pouca

Alegria em velejar!

Se calmo, vou nadar.

 

Muito brilho, o sol a me beijar

Curto, demasiado, toda tua natureza

Tudo em ti me enfeitiça e me faz viajar.

 

Quero garranchar na areia

Escrever um nome

Mon amour! Vibrar com teu tesão.

" alt="468 ad" class="foursixeight" />

Deixe seu comentário