jan 9, 2015

Escritora | Categoria Poesias | seja o primeiro

Que praga histérico!

Que praga histérico!
maluco1
Grita feito louco
Parece que endoidara de vez
Não dá pra crer no que ele fez
Agorinha há pouco.
Abriu um buraco na parede
Depois, enfiou a cabeça e ficara espiando
Um, dois, três…ele contando
E esperando passar a namorada dele.
Ê, caba doido da peste!
Faz cada uma, só vendo!
O infeliz não faz uma que preste!
A mãe em polvorosa
Com a danação do maluco
Coitada da veia anda chorosa!
" alt="468 ad" class="foursixeight" />

Deixe seu comentário