nov 25, 2012

Escritora | Categoria Destaque | seja o primeiro

Tem culpa eu?

Tem culpa eu?

Tem culpa eu?

 

A Juventude brasileira que o diga

Com uns políticos cocôs no planalto

O crack rolando solto

Não há família que consiga.

 

Os garotos do meu país estão sem saída

Se inspirar em quem?

Somente se for nos ladrões de Brasília

Pois, estão à solta na lida do bem baum.

 

O que fazer com a vida, jovem?

Se a Educação é zero

A Saúde está aquém

E o Futuro é desespero.

 

Se não lhe damos Esperança

Se não lhe damos Amor

Se somente lhe  damos Cachaça

Se não lhe damos Labor.

 

Quanta vida desperdiçada!

Os traficantes apagam-no num fechar de olhos

Na rua, dentro de casa, no meio da moçada

Basta não pagar a droga que deve; ai de seus brócolos!

 

Não tem culpa eu!

E menos ainda esse ser

Que está ao leu

Sem ninguém pra aprender-fazer.

 

Não é tolice não!

Os jovens estão sendo extinguidos

Com balaço no cabeção

E mortos feitos bandidos.

 

É triste o quadro que aí está

Morre mais jovem do que na guerra do Iraque

A violência é galopar

Ficamos tristes com esse disparate.

 

Porém, tem culpa eu?!

Pergunta que não cala

Não! Ai fodeu!

O trem é baum que bala.

 

Culpa eu e patu

Não vou continuar esse trololó

Só se for em duo

Pra mim é muito mió.

Culpa eu?

Culpa tu?

Culpa eu? Culpa pra quem,seu…

" alt="468 ad" class="foursixeight" />

Deixe seu comentário