jul 25, 2015

Escritora | Categoria poesia, Poesias | seja o primeiro

Vício original

Vício original

diabinho

O homem é o produto dele mesmo –

Ovo do vício fecundado na  mãe-terra! –

Tara, sexualidade à pele, nesse mundo ermo

Do qual somente o verme o desterra.

Do pó  veio,  ao pó voltará

Em sua vida, salva-se só o seu excremento

De aterro tumbal  lhe servirá

E o que constará no seu testamento?

Orgias, luxúrias, lascívias…o quê?

Semeados à beira do caminho

Farão toda diferença  os diabinhos.

Que habitarão o inferno. E por quê?

Porque está escrito no apocalipse
É do vício original toda essa apoteose.

" alt="468 ad" class="foursixeight" />

Deixe seu comentário