jan 20, 2015

Escritora | Categoria Poesias | seja o primeiro

Aristotelices

aristoteles1
Assim, é a minha poesia
Imitação da realidade
Por isso mesmo, verdade
Provocando epifania.
Olhar de cotidianidade
Nada de fantasia
Isso nos extasia
Transborda a genialidade.
Mímeses, Aristóteles?!
O homem não tem pra onde correr
Só indo, no sonho, nesse proceder!
Em busca de um elo perdido
Reinventando-se nas voltas que o mundo dar

Epopeias, tragedias, comedias… e todos a par!

" alt="468 ad" class="foursixeight" />

Deixe seu comentário